NOSSO BLOG

Blog Docato | Dicas para despachar com o juiz
Victor Pellizer Iritsu
8 setembro, 2020

Despachar com o juiz é situação corriqueira na vida dos advogados, e mesmo assim causa em muitos ansiedade, medo e tensão só de imaginar entrar no gabinete para falar com o juiz. Neste artigo explicamos o que o advogado precisa saber quando for despachar com o juiz.

1° – O juiz não morde

Em algum momento você já deve ter sentido frio na barriga só de se imaginar diante daquele juiz de cara fechada, mal humorado, arrogante… E quando você já está prestes a falar com ele, já começa a sentir sua boca seca, mão suadas, coração acelerado, pernas trêmulas, confusão mental…

Saiba que tudo isso é muito normal, principalmente nas primeiras vezes. O que você deve ter em mente é que a maioria dos juízes não possui o perfil mencionado acima. Uma forma de diminuir a tensão é treinar o que irá falar com o juiz.

Além disso, outro ponto que contribui para desenvolver mais segurança é adquirir experiência. Peça para acompanhar algum colega quando for despachar com o juiz, isso fará com que aquela situação não seja tão estranha e incômoda. O mais importante é que você aproveite essa experiência em que não precisará se manifestar para extrair o máximo de informações sobre postura, articulação, como agir.

Desta forma, quando for necessário despachar com o juiz, já terá noção de como agir nessas circunstâncias. E quanto mais passar por essas situações, menos elas irão lhe afetar.

2° – Despachar com o juiz é uma prerrogativa do advogado

Prevê o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em seu art. 7º da Lei Federal 8.906/94.

VIII – dirigir-se diretamente aos magistrados nas salas e gabinetes de trabalho, independentemente de horário previamente marcado ou outra condição, observando-se a ordem de chegada;

Portanto, você advogado(a), tem todo o direito de despachar com o juiz sempre que for preciso.

Dicas para despachar com o juiz:

Despachar com o juiz nada mais é do que falar com ele pessoalmente, sobre alguma petição ou andamento do processo que seja necessário ele apreciar.

Por isso, primeiramente é importante analisar se de fato há a necessidade do despacho. Sendo indispensável tal medida, esse contato deve se dar com questões relevantes e urgentes. Posto isso, vamos às dicas:

1 – Ligue ou vá até a vara onde o processo esteja, e pergunte qual melhor horário para conversar com o juiz, ou em que horário ele estará no gabinete.

2 – Procure chegar com antecedência, tanto para despachos em audiências, quanto no gabinete do juiz.

3 – Analise o processo! Isso é fundamental para poder explicar e argumentar com o juiz, caso ele permita.

4 – Quando o processo for eletrônico, imprima o seu pedido, ou realize um breve resumo sobre o que esteja pleiteando, para facilitar sua conversa com o juiz.

5 – Quando o processo for físico, providencie a carga dos autos, e no caso de se encontrar com o juiz, tenha em mãos a petição protocolada, lembrando de devolver os autos após o referido despacho.

6 – Seja objetivo! A petição que deseja despachar deve ser a mais clara, sucinta e direta possível. Se inevitavelmente se trata de petição complexa, prepare uma breve ementa com as pontos principais.

7 – Durante o despacho deve-se prezar pelo profissionalismo, respeito e zelar pela ética. Lembre-se ainda de que a credibilidade, confiança e transparência são elementos fundamentais nesse contato.

Ou seja, o importante é conhecer bem os autos, ser objetivo quanto a petição que deseja despachar e não ter medo de errar. Afinal, toda experiência primária causa estranheza, ansiedade, nervosismo.

Preciso despachar com juiz mas não posso, e agora?

Em suma, existem várias situações em que o advogado não pode – ou até mesmo não deseja – despachar diretamente com juiz. Uma das situações corriqueiras é o advogado não se sentir à vontade para realizar tal ato, mesmo já tendo vasta experiência.

Outra situação que vem crescendo cada vez mais são dos escritórios que possuem demandas em mais de uma cidade, tornando inviável financeiramente deslocar um advogado do escritório ou departamento para realizar o despacho.

Certamente essa é uma necessidade recorrente no âmbito jurídico de forma que a correspondência jurídica vem se tornando cada vez mais eficaz, e a melhor alternativa, tanto pelo custo quanto pela eficiência.

Docato – Sem barreiras para obtenção de documentos e realização de atos

Com a Docato você elimina barreiras para a obtenção de documentos e realização de atos. Realizamos despachos em qualquer cidade do território nacional e proporcionamos agilidade em seus atos.

Que tal conhecer um pouco mais sobre nossas soluções para otimizar sua rotina? Clique aqui e preencha o formulário para nossa equipe comercial entrar em contato com você.

Categorias: Advocacia do futuro, Serviços

ARQUIVO DO BLOG

CATEGORIAS